Pela longa lista de filmes que o misturador e produtor steve kempster trabalhou é claro que a vida lhe sorri. Recentemente o ocupadíssimo Kempester esteve envolvido com os lançamentos da Miramax The Great Raid,Exorcist: The Beginning, e Dirty Shame de John Water. Alguns filmes recentes que Kempster misturou incluem: Brother Bear da Disney, The Haunted Mansion e mais recentemente Mean Girls e New York Minute incluindo os irmãos Olsen. Alguns filmes em que Kempster trabalhou incluem Bad Boys II, Austin Powers Goldmember, Remember The Titans, Maid In Manhattan ,Armageddon, e Traning Day.

O trabalho diversificado de Kempster como engenheiro, misturador de banda Sonora de filmes e produtor discográfico levou-o numa procura por uns monitores mid-field que soassem bem nas misturas das faixas sonoras, nas sessões de jingles e também nas suas produções discográficas. Kempster explica: “ no meu trabalho eu sou tipo um estúdio móvel, as minhas racks de equipamento e eu estamos sempre em estúdios diferentes de projecto para projecto. O meu sonho era uma sistema que aguentasse bastante volume quando necessário, com bastante headroom e que sobrevivesse a esse abuso (acidental) por exemplo durante gravações. Os meus monitores antigos não davam para isso, era só mesmo para misturar, eu precisava algo que fosse forte e com um grande som. O desenho e ideia por detrás das ATC é que elas são o standard de ouro, eu posso depender delas em qualquer estúdio.” Depois de muitas audições, experiências e consultas exaustivas com um variado numero de construtores, ele comprou um sistema de 3 ATC SCM100ASL Pró para os canais esquerdo, central e direito e um sub-woofer SCM0.1/15 Pro.

Kempster continua: “ produzi os Sky Farm, misturei 3 filmes e um numero de comerciais tudo nas ATC e tudo foi transferido lindamente por isso a minha confiança nestas colunas é extremamente alta! Com as 100 eu acho a imagem de tirar a respiração o campo sonoro é tão definido e exactamente igual ao palco sonoro. Também acho que o ‘sweet spot’ é largo tanto horizontalmente como verticalmente o que torna muito mais agradável tanto para os meus clientes como para os artistas apreciarem o som disperso numa grande área. Estas colunas de alguma forma mantêm a mesma relação entre baixas, medias e altas frequências a todos os volumes melhor do que qualquer coluna com que já trabalhei até hoje. Se eu estiver a misturar um disco, o som da voz, a característica e a posição na mistura mantém-se exactamente a mesma desde sussurro até volumes capazes de abanar a sala.

Misturar para filme, usando muito mais dinâmica, as capacidades duma coluna em mostrar detalhe e resposta são testadas. Kempster acha que: “trabalhar em filmes, o mais importante é a precisão da coluna. quanto bem ouves os detalhes? Com isso vem problemas de audição e capacidade dos identificar. Eu acho a precisão das ATC a melhor que alguma vez ouvi. Eu posso controlar o detalhe de primeiro plano e ainda ouvir o decay ambiente. Isto é crucial para o que faço mas ainda mais importante é o gozo que me dá ouvir as ATC’s.